Parque Urbano do "Ribeiro do Matadouro"

1 enquadramento 1 720 400
A criação do Parque Urbano teve como finalidade requalificar uma área com fortes aptidões paisagísticas, em terrenos que integram a antiga “Quinta do Tapado”, uma unidade agrícola encaixada no vale da ribeira do Matadouro. Esta área que se insere na proposta de estrutura verde urbana da cidade e estrutura ecológica municipal, colmata a zona central da cidade de Santo Tirso, e constitui, conjuntamente com os terrenos pertencentes ao Mosteiro de S. Bento e do vale do Rio Ave, uma cintura verde da área construída. Pretendeu-se criar um espaço verde voltado para a interpretação da Natureza, aberto à população e estimulando formas ativas e passivas de recreio. Foram criados percursos interpretativos, uma ciclovia, estruturas interpretativas em fibra de vidro, que se inserem na “Rota das Esculturas”, conceito enquadrado nas orientações da “Agenda 21 Local. Nestas estruturas estão incorporados o mobiliário e equipamento urbano. O projeto é particularmente sensível no que se refere à preservação da vegetação arbórea existente e à integração dos equipamentos existentes e a construir. Os princípios de projecto baseiam-se no desenvolvimento de um espaço recreativo e pedagógico, que interprete o existente e lhe confira organização, dotando-o de legibilidade nas suas várias escalas. Aliado a estes princípios está a experimentação de novas soluções construtivas e de gestão racional dos recursos, contribuindo positivamente para uma baixa manutenção.
Pretendeu-se ainda a articulação deste espaço com o Museu Internacional de Escultura Contemporânea.
Este projeto foi concebido pela equipa "arq. arquitetos". 

planta do parque

planta do parque

equipamentos

Localizando-se este parque no centro da cidade, são muitos os equipamentos que o envolvem. A cerca de 50 m localiza-se o pavilhão municipal e o polidesportivo.
A cerca de 200 m encontra-se o coração da cidade (comércio local e restauração).
A contemporaneidade deste parque faz dos seus percursos verdadeiros equipamentos, assim como as estruturas interpretativas.
De realçar o jogo da macaca, pela sua inovação.
1. Percursos interpretativos
2. Estruturas interpretativas
3. Jogo da Macaca
4. Pavilhão Municipal
5. Polidesportivo 

arte pública

A cerca de 50 m, nos jardins do pavilhão municipal, encontram-se algumas esculturas do VII Simpósio.
1. "Peter Klasen" - sem título
2. "Peter Stämpfli" - sem título 

flora

As características edafo-climáticas especificas do local, permitiram o desenvolvimento de uma estrutura arbórea com carácter formal e ecológico bastante interessante, composta sobretudo por exemplares de Alnus glutinosa (Amieiro) e Salix atrocineria (Salgueiro negro).
No geral as árvores encontram-se em bom estado fitossanitário, sobretudo as mais novas, embora não se encontre nenhum exemplar notável. Na realidade o que se concluí é que mais do que os exemplares em si, o que realmente é interessante são os núcleos por eles formados que garantem consistência formal e visual ao espaço e sobretudo toda uma dinâmica ecológica.
Esta era a realidade anterior à construção do parque. Com a execução do mesmo, outros exemplares foram introduzidos.

1. Acer saccharinum
2. Alnus glutinosa
3. Betula spp.
4. Cornus florida
5. Carpinus betulus ''Fastigiata''
6. Cercis siliquastrum
7. Fraxinus angustifolia
8. Fagus sylvatica
9. Magnolia x soulangeana
10. Populus alba
11. Populus nigra
12. Prunus avium
13. Salix atrocinera
14. Salix babylonica 'Tortuosa'
15. Sorbus aucuparia 
Address

Rua Vale do Ribeiro do Matadouro, 4780-555, Santo Tirso

Phone
+351 252 830 400
Fax
+351 252 856 534
2 pormenor vegeta  o 1 720 400

Pormenor Vegetação

2 pormenor vegeta  o 1 720 400