"Manuel Rosa" - sem título

26 1 720 400
A sua peça constitui a definição de um pórtico, que coloca duas formas aparentadas a bigornas executadas em pedra, sobre dois pilares, acentuando a passagem entre dois espaços: a da cidade e a do campo, delimitando uma fronteira, antes invisível, que é tangencial ao espaço em que a praça se determina, para dar lugar ao vale. “Esse pórtico”, de algum modo, é o que nos indica que ali se inicia qualquer coisa, que se procede à entrada (simbólica) noutro espaço.A escultura de Manuel Rosa define como que uma rampa de onde o olhar se projeta, sinalizando a perspetiva que rasa o cume a que faz face - O Monte da Assunção - abrindo-se para o céu, como se a sua ambição de espaço fosse ilimitado. Existe como que uma necessidade de reaver uma relação com uma harmonia cósmica. Dimensionar os espaços: Interior (urbano) e Exterior (não apenas paisagístico como cósmico), numa chamada de atenção para a nossa relação com os dois.
Address
Praça 25 de Abril, Santo Tirso
Phone
+351 252 830 400
Fax
+351 252 856 534
26 1 720 400

"Manuel Rosa" - sem título

26 1 720 400