The Project

Sobre o projeto ParkAtlantic

O Projeto ParkAtlantic é um Projeto cofinanciado pelo FEDER, através do Programa de Cooperação Territorial Europeia INTERREG – Espaço Atlântico, cujo objetivo principal é o de capitalizar o valor dos parques urbanos atlânticos e o de potenciar o seu contributo para o desenvolvimento urbano sustentável. Trata-se aqui de desenhar modelos de planeamento urbano baseados nos recursos naturais existentes nos territórios. Pretende-se, também, que todos os parceiros procurem, conjuntamente, respostas para melhorar o planeamento urbano, respeitando os princípios da sustentabilidade.
Este Projeto enquadra-se numa rede de parceria, que inclui:

  • o Município de Santiago de Compostela (Espanha), como chefe de fila;
  • o Mid-West Regional Authority (Irlanda);
  • a Communauté d’Agglomération Pau Pyrénées (França);
  • a Mairie d’Angers (França); e
  • a ADRAVE – Agência de Desenvolvimento Regional do Vale do Ave (Portugal), com a parceria técnica do Município de Vila Nova de Famalicão.

Trata-se de uma parceria transnacional simultaneamente homogénea e complementar, sob diversos pontos de vista: em relação à dimensão das cidades participantes, ao valor dos recursos naturais e culturais existentes nos seus territórios, ao seu interesse e trabalho já desenvolvido no domínio do desenvolvimento urbano sustentável e, naturalmente, relativamente às suas competências e capacidade para difundir os resultados do Projeto.

O Projeto ParkAtlantic constitui uma iniciativa integrada na estratégia das cidades envolvidas na sua execução, para a consolidação da marca destas cidades intrinsecamente ligadas ao ambiente, à promoção da qualidade de vida e do bem estar das pessoas nos locais onde vivem, onde trabalham ou que, simplesmente, visitam, associando o espaço público e os parques e jardins às práticas e manifestações culturais de natureza diversa, mas profundamente integradoras.

O trabalho em rede: cooperação e partilha

Os parceiros do Projeto ParkAtlantic procuram encontrar respostas que contribuam para a melhoria das práticas de planeamento e de gestão das nossas cidades, tendo a sustentabilidade por referência. Para isso, colaboraram na implementação de diversas ações no âmbito do Projeto: laboratório urbano, desenvolvimento de estudos e planos de ação, conceção e realização de ações de qualificação técnica, promoção de atividades de partilha de conhecimento e de troca de experiências, conceção e desenvolvimento de Base de Dados dos Parques e Jardins.
A rede de parceria tem-se revelado uma excelente plataforma de partilha de conhecimento e de práticas de trabalho em equipas pluridisciplinares e que envolvem, por sua vez, outras entidades e instituições locais dos diversos territórios, fazendo antever uma consolidação das práticas de trabalho em rede para além dos limites da execução temporal do Projeto ParkAtlantic.

Numa segunda fase de implementação do Projeto, foi possível alargar a Rede de Parques e Jardins do Atlântico a outras Cidades e Vilas da Europa, que fazem agora parte integrante desta Plataforma de informação e divulgação das potencialidade e dos recursos associados à infraestrutura verde urbana e às suas múltiplas funções, designadamente económicas, sociais, culturais e ambientais, e que se encontra em constante actualização, sendo possível a adesão de novos territórios que manifestem o seu interesse e que se enquadrem nos objetivos da Rede.

Parques e Jardins do Atlântico – um Olhar, vários Percursos… Experiências múltiplas.